5 atrações imperdíveis nos vinhedos

5 ATRAÇÕES IMPERDÍVEIS NOS VINHEDOS

No concurso de beleza entre as cidades lidera a disputa: a fusão da paisagem natural com as parreiras emociona a todos indistintamente. Assim, ao viajar para Gramado, considere aproveitar a proximidade e acessibilidade para conhecer a região. Para tanto, conte com nossas dicas acerca das 5 atrações imperdíveis nos Vinhedos.

À primeira vista, importa dizer que o Vale integra oficialmente o patrimônio histórico e cultural do Estado do Rio Grande do Sul desde 29 de junho de 2012 (Projeto de Lei 44/2012).

A região ocupa uma área de 72,45 quilômetros quadrados e percorre Bento Gonçalves, Garibaldi e Monte Belo do Sul.

Ademais, lembre-se que é possível fazer o passeio em um dia. Desse modo, com algum planejamento, sua viagem para Gramado ou Canela não será comprometida.

VEJA AS 5 ATRAÇÕES IMPERDÍVEIS NOS VINHEDOS

1. TREM MARIA FUMAÇA

5 Atrações Imperdíveis nos Vinhedos

A menina dos olhos dos viajantes é o passeio turístico de Trem Maria Fumaça: uma lendária atração na Serra Gaúcha. Não à toa trata-se de uma das 5 atrações imperdíveis nos Vinhedos.

Primeiramente, os turistas são recepcionados na estação férrea de Bento Gonçalves com uma agradável degustação de sucos e vinhos.

Em seguida, ao soar o sino, os visitantes embarcam em um prazeroso percurso com duração média de 2 horas, repleto de atrações típicas italianas e gaúchas, as quais ocorrem no interior dos vagões do trem.

Após, a recepção em Garibaldi ocorre ao som de música gaúcha e italiana e, simultaneamente, degustação de espumante moscatel e suco de uva tinto. Os visitantes conhecem a Estação de Garibaldi e retornam ao trem para prosseguimento do passeio até Carlos Barbosa.

Por fim, ao chegar na Estação de Carlos Barbosa, os viajantes encontram mais uma acalorada recepção com, é claro, mais shows e divertimento.

2. EPOPEIA ITALIANA

5 Atrações Imperdíveis nos Vinhedos

Junto à Estação Férrea de Bento Gonçalves, o visitante encontrará o Parque Temático Epopeia Italiana. Assim sendo, esse centro cultural prestigia o movimento migratório italiano para a Serra Gaúcha que ocorreu inicialmente em meados de 1870.

Nesse ínterim, na viagem pelo tempo, uma peça teatral narra a história de um casal de imigrantes, Lázaro e Rosa, bisavós dos idealizadores Susana Giordani e Leonardo Giordani.

Em 2.000 metros de construção, o Parque trabalhou nove ambientes que retratam aspectos que percorrem a vida na Itália, a viagem ao Brasil e, ainda, a adaptação no novo continente.

Nesse sentido, a atuação dos artistas, bem como os efeitos especiais de som e luz criam uma atmosfera espetacular, apreciada por todas as idades.

3. MISCELÂNEA GASTRONÔMICA DENTRE AS ATRAÇÕES IMPERDÍVEIS NOS VINHEDOS

VINHEDOS

Como era de se esperar, em terra de italianos a comida é abundante. Assim, o visitante depara-se com opções de cardápio italiano colonial, cardápio tradicional e até mesmo restaurantes em vinícolas. Ademais, para aqueles que preferem um ambiente mais intimista, há os cafés bistrôs.

Além disso, o Vale dos Vinhedos é uma delicatéssen a céu aberto: há mais de 20 negócios locais que oferecem delícias artesanais, por exemplo, grostolis, chimias, cucas, queijos, doces, embutidos, etc.

Só para ilustrar, veja algumas opções gourmet tradicionais:

Queijarias

  • Fetina Formaio
  • Queijaria Valbrenta

Docerias

  • Itallini Biscotteria – biscoitos finos artesanais
  • Jardim Leopoldina – chocolates, gelattos, vinhos e espumantes
  • Zaccaron Alimentos e Dolcetto do Vale – massas recheadas, molhos prontos, dolcettos caldos e fredos.
  • Artes e delícias – massas, biscoitos e doces caseiros

Produtos Coloniais

  • Adega Casa Madeira – suco de uva e mais de 15 variedades de geleias
  • Cogumelos da Serra – cogumelos cultivados no Vale dos Vinhedos

4. PEREGRINAÇÃO ENÓFILA

VINHEDOS

A princípio, o legado histórico, cultural e gastronômico deixado pelos imigrantes italianos têm sua gênese na produção de uvas e vinhos. Desse modo, uma visita às vinícolas é mais do que um passeio gastronômico: é um diálogo com o passado.

Sejam as gigantes da fabricação de uvas e vinhos, sejam as charmosas produções familiares, cada qual com seus atrativos encantarão a sua passagem pelo Vale dos Vinhedos.

Veja alguns exemplos:

  • Aurora
  • Casa Valduga
  • Casa Fontanari
  • Chandon
  • Laurentis
  • Michele Carraro
  • Miolo

5. CAMINHOS DE PEDRA

CAMINHOS DE PEDRA

Certamente a arquitetura das capelas e capitéis, dialeto vêneto e, principalmente, o cultivo da videira e a produção do vinho são marcas da imigração italiana que você vai querer apreciar.

Destarte, as antigas construções de pedra conhecidas como taipas inspiraram o nome desse idílico reduto imigrante. As taipas funcionavam como cerca ou corredores para a circulação de animais.

Sem dúvidas, é uma rota acolhedora, na qual salta aos olhos a hospitalidade e o atendimento feito pelos produtores coloniais. Lá é possível tirar fotos à moda antiga, com trajes e utensílios de imigrantes italianos.

De início, informe-se sobre a Cantina Strapazzon, cuja casa fora construída em 1880, foi cenário de grandes produções cinematográficas como “O Quatrilho” e novelas.

Ademais, ao lado da Casa Bertarelo, o visitante conhece uma árvore emblemática para a história da região, haja vista que serviu de abrigo para os primeiros imigrantes.

Em conclusão, o Vale dos Vinhedos representa o legado cultural e histórico que merece ser prestigiado em sua passagem por Gramado. Assim, esperamos ter contribuído com as dicas acerca das 5 atrações imperdíveis nos Vinhedos.

Leave a Comment

WhatsApp chat